Barras paralelas assimétricas

Originalmente, as barras paralelas assimétricas evoluíram a partir das barras paralelas para homens onde as barras eram definidas em diferentes alturas. Houve mudança e ajuste constantes no design a fim de atender às necessidades dos atletas e, por este motivo, este é o aparelho que apresenta as mudanças mais radicais em elementos e rotinas durante os últimos 60 anos. Com suas duas barras e ginastas femininas voando entre as mesmas, as barras paralelas assimétricas é um dos eventos mais espetaculares na ginástica artística para mulheres.

Todas as barras paralelas assimétricas da SPIETH aprovadas pela FIG dispõem de um sistema patenteado de tensão dupla e barras de Carboflex, de fato barras de fibra de vidro revestidas com madeira.